PROGRAMA CORPORATIVO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

O QUE É?

É um programa de treinamento personalizado sobre comportamento financeiro com base científica, com o objetivo de desenvolver novas atitudes e comportamentos nos colaboradores para que estes conquistem equilíbrio financeiro, consigam viver livres de dívidas e tenham a capacidade de investir com segurança.

OBJETIVOS

  • Auxiliar os colaboradores a gerenciar melhor as receitas e despesas, priorizando objetivos, metas e sonhos;
  • Desenvolver um orçamento financeiro que privilegie o acúmulo de reservas de emergência e recursos para uma aposentadoria sustentável, e
  • Incentivar o hábito de poupar, investir e promover mudanças de comportamentos com base nas boas práticas de finanças comportamentais.

A solução para os problemas financeiros não passa pelo aumento salarial ou de benefícios, mas sim pela mudança de hábitos e comportamentos, que inclui consumir de forma mais consciente, realizar sonhos e investir de forma simples e segura.

Educação financeira não é um problema específico da empresa, mas como ela sofre o impacto da falta de educação financeira de seus colaboradores, aquilo que, em tese, não deveria ser um problema dela, passa a ser.

BENEFÍCIOS PARA A EMPRESA

Além de proporcionar benefícios pessoais para os colaboradores, a educação financeira também apresenta diversas vantagens para as empresas. Com maior estabilidade, o profissional conseguirá desenvolver suas funções com mais equilíbrio, motivação, o que permitirá à empresa alcançar maior produtividade do capital humano.

Dentre os principais benefícios da educação financeira para a empresa, podemos destacar:

 Aumento geral de produtividade:

 Redução do Turnover:

 Redução do absenteísmo/presenteísmo:

 Redução dos custos associados ao stress:

 Melhora do engajamento:

Redução de problemas e custos com saúde:

Vários problemas de saúde são causados por motivos de stress financeiro, o que desencadeia o aumento da utilização de planos de saúde, podendo impactar no aumento de até 20% dos custos totais de uma empresa, segundo a ABRH Brasil (2017). Alívio da pressão financeira sobre o RH (folha, adiantamentos):

Conceder adiantamento (os famosos “vales”), aumento de limite de crédito para consignado e solicitação de adiantamento de férias, entre outros, gera aumento de custos para a empresa. Em uma empresa com colaboradores educados financeiramente, o RH tem tempo para focar no que realmente é importante, ou seja,na gestão de pessoas.

Real valor dos beneficios oferecidos pela empresa:

Para reter seus talentos, as empresas investem cada vez mais em benefícios, porém às vezes esses benefícios não são compreendidos de forma clara pelos colaboradores.

Muitos não conseguem otimizar os benefícios por desconhecimento de como eles funcionam. Treinar o colaborador com educação financeira e conceitos básicos de finanças ajuda-o a perceber o real valor dos benefícios oferecidos pela empresa, o que possibilita mais engajamento e qualidade de vida no ambiente de trabalho.

Redução do risco de fraudes internas e acidentes:

Maior transparência nas decisões de remuneração:

 

BENEFÍCIOS PARA O COLABORADOR E SUA FAMÍLIA.

Identificar e mudar:

O principal pilar da educação financeira comportamental é a mudança de hábitos, seguida de novas atitudes e desenvolvimento de inteligência financeira para fazer as melhores escolhas sem se sabotar.

Colaboradores que participam do programa de educação financeira conseguem gerenciar melhor as receitas e despesas, priorizando os sonhos. Aprendem a planejar a construção de reserva para emergências, o aumento de recursos para a aposentadoria, e conseguem fazer investimentos de acordo com cada perfil de investidor, o que possibilita realizar mais rápido os sonhos de curto, médio e longo prazos.

Otimização dos benefícios oferecidos pela empresa:

Melhorar a qualidade de vida no ambiente de trabalho e desempenho profissional:

Foco na aposentadoria sustentável:

Com mudanças na reforma na Previdência Social, é importante que o colaborador não dependa apenas do governo, mas aprenda investir para ter um futuro sustentável. Planejar, guardar e investir dinheiro para uma aposentadoria sustentável, sem depender do INSS, já é uma necessidade para a maioria dos trabalhadores brasileiros.

Como é desenvolvido o programa corporativo de educação financeira?

  • Todo o conteúdo do programa de educação financeira é personalizado, estruturado de acordo com as demandas da empresa, o que é identificado através de briefing realizado com a equipe de recursos humanos. A partir dessas informações é apresentado o melhor formato para o programa;
  • Para desenvolver um programa corporativo de educação financeira com sucesso, o primeiro passo é conhecer claramente quais os principais desafios vividos pelos colaboradores x empresa e saber o que se deseja alcançar com esse investimento;
  • Nesse momento é definido quais os materiais, o formato de apresentação, ferramentas de avaliação e mensuração dos resultados.

O programa pode ser estruturado através das seguintes fases (que podem ser independentes):

Etapas do programa corporativo de educação financeira:

  • Palestras de alto impacto
  • Cursos e Workshops presenciais
  • Cursos e Workshops online/vídeos
  • Cursos e Workshops híbridos
  • Coaching Financeiro/Treinamento individual
  • Coaching Financeiro/Treinamento em grupos
  • Jogos, dinâmicas e atividades interativas presenciais e personalizadas.